Aeroplanos

Clique nos locais abaixo para obter maiores informações:


Ficha Técnica

Espetáculo: Aeroplanos

Local:
Teatro Municipal de Santo André (475 lugares)
Praça IV Centenário, S/No – Centro
Santo André - São Paulo

Informações: (11)4433-0786 / (11)4433-0789
Produtora: (11)4427-4360 / (11)94006-4846

Local de vendas:
Somente na bilheteria do teatro.
Funcionamento das 14h às 19h. Ou até o início do espetáculo.
Aceitamos pagamentos em cheque ou dinheiro.

Data:
Dia 22 de Abril - Sábado 20h30

Valores:
Inteira R$ 100,00.
Promoção R$ 50,00. (Leitores do Jornal Diário do Grande ABC (com recorte)).
Meia R$ 50,00. (Estudantes, Maiores de 60 anos e Aposentados).

Duração: 90 minutos.
Recomendação: 12 anos.


Aeroplanos

com Antonio Petrin e Roberto Arduin

Velhos amigos que chegaram juntos aos 75 anos, Cristo e Chico se identificam, tanto em seu passado, com um grande apego e apreço à vida, como no presente, em suas respectivas solidariedades: um no âmago de uma possível enfermidade e outro internado em um asilo por sua família, que se mudará para outro país. A solidão e a inexorável perspectiva da morte são encaradas de frente, exigindo atitudes, dado que \'a eternidade está no minuto que vivemos’, como filosofa um dos personagens. Brincando, mas sem forçar a barra, superam e quebram as regras. Tomam um avião, um “aeroplano” em suas fantasias, e decidem dar uma volta ao mundo. Finalmente convertidos em “aeroplanos”, se entrecruzam as cenas em plena exaltação, esquecidos de tudo e imensamente felizes.
O espetáculo teatral “Aeroplanos”, foi escrito pelo argentino Carlos Gorostiza e adaptado por Antonio Petrin, que, ao lado de Roberto Arduin, compõe o elenco dirigido por Ednaldo Freire.
“Aeroplanos”, uma das mais profundas e comoventes peças da atual dramaturgia argentina, apresenta, com humor, sensibilidade e diálogos inteligentes e desafiadores, a própria alma dos idosos: o medo da sombra da morte, a solidão, a perda de independência e a esperança de desfrutar livremente os últimos anos de vida. Cristo e Chico, duas figuras extraídas das camadas mais simples de nosso cotidiano, são amigos que, na velhice, conversam sobre o porquê da existência, com bom humor e leveza, por meio de uma troca de anedotas, piadas e confidências feitas em um dia crucial para ambos.
“Aeroplanos” compõe o terceiro espetáculo do projeto “Velhos Protagonistas”, que se iniciou quando Antonio Petrin completou trinta e cinco anos de carreira profissional. Na época, com sessenta e dois anos de idade e mais da metade de sua vida dedicada ao teatro, cujo repertório sempre esteve comprometido com obras de conteúdo humanitário, o ator resolveu comemorar essa longa jornada com um texto que pudesse marcar esse momento.
A peça escolhida foi “A Última Gravação de Krapp”, de Samuel Beckett. Montado em 2000 com recursos próprios, o espetáculo retrata um homem na sua absoluta solidão, que, ao completar 69 anos, ouve em um antigo gravador de rolo seu áudio de 30 anos atrás.
Em 2004, produziu e interpretou “Um Merlin”, texto escrito especialmente para ele por Luis Alberto de Abreu. O espetáculo aborda a última proeza do sábio herói, que construiu uma nação, e a paixão que o transformou.
Aeroplanos
Aeroplanos
Aeroplanos
Aeroplanos
Aeroplanos
Ficha Técnica

Texto: Carlos Gorostiza
Tradução: Antonio Petrin
Direção: Ednaldo Freire
Elenco: Antonio Petrin e Roberto Arduin
Direção de produção: Sonia Kavantan
Fotógrafo: João Caldas
Trilha Sonora: Jonatan Harold
Iluminação: Ricardo Bueno
Realização: Proa Produções Artísticas
Produção: Kavantan Projetos e Eventos Culturais
Aeroplanos